Dorgival Viana Jr

A Medida Provisória nº 1.000/2020 criou o que chamou de auxílio emergencial residual de 300 reais a ser pago até o final do ano em, no máximo, quatro parcelas, mas já há pressão para que o valor volte a ser R$ 600,00.

Os beneficiários do bolsa família já começaram a receber a primeira parcela deste novo auxílio, desde o dia 17/09.

Dificuldades alegadas pelo governo

O governo federal publicou a MP 1.000/2020 no dia 03 de setembro e criou regras mais rígidas para um novo auxílio emergencial que ficará no valor de R$ 300,00.

O pagamento será de até quatro parcelas, mas a maioria dos beneficiários receberá menos.

O governo alega que o país já se endividou muito e que continuará criando dívidas para pagar o auxílio emergencial, mesmo que em valor menor, ou seja, o Brasil não poderia ir além do que está indo sob risco de quebrar ou ter severas dificuldades.

Segundo a imprensa, por conta deste contexto, os deputados da base do governo não querem que a medida provisória seja votada, dessa forma o pagamento feito seria válido e não haveria risco de aumentar os valores.

Outro lado: Pressão para aumentar

O receio do governo (segundo a imprensa) é que uma vez votado, haja um aumento do valor do benefício, retornando-o para 600 reais.

A MP 1000/2020 teve 262 emendas parlamentares que são pedidos de alteração e muitas pedem justamente o aumento do valor, mas há ainda pedidos de ampliação dos beneficiados ou do tempo do recebimento.

Se a Medida Provisória não for votada, perderá o efeito futuro e valerá o que foi estabelecido pelo governo, sem as alterações propostas.

blank

Conclusão

A Medida Provisória 1.000/2020 já está em vigor e os primeiros pagamentos já foram iniciados, por isso é importante que ela seja votada tão logo quanto possível para que o valor volte a ser R$ 600,00, ainda que somente até o fim do ano.

A pandemia tornou muito difícil a vida das pessoas, por isso é razoável que o valor se mantenha, mas para isso os Deputados Federais devem pressionar para que a matéria seja votada.

Você lembra em quem votou para Deputado Federal e Senador em 2018? É hora de cobrá-los!


Dorgival Viana Jr
Dorgival Viana Jr

Nordestino, morador e apaixonado por Santarém! Candidato a vereador em Santarém pelo Partido Avante com o número 70.888 Advogado público há mais de dez anos e atualmente Procurador Federal aqui na cidade Busco sempre informar sobre assuntos relevantes aqui da cidade, entre em nossa lista de e-mail, ou entre em contato se tiver dúvidas ou quiser conversar :)

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.